Carregando o site
Novidades

Alice faz parceria com Movimento Preserva Belém

Guaíba despoluído e Mata Atlântica preservada. Este cenário ainda existe no extremo sul de Porto Alegre, mas está ameaçado pela construção de um mega condomínio de luxo na Fazenda Arado Velho. Por isso, a comunidade do bairro criou a campanha Preserva Arado, ligada ao movimento Preserva Belém Novo, parceiro da ALICE desde julho.

O movimento já conta com a colaboração do Coletivo Ambiente Crítico na pesquisa dos impactos ambientais e, junto com a ALICE montou um informativo – Preserva – denunciando as conseqüências do projeto que já nasceu burlando leis, pois pressionou a transformação da região de zona rural para zona urbana, além de ser aprovado sem audiência pública, como está previsto por lei.

A intenção da empresa hoje é fazer 1.600 unidades. Como a fazenda é muito baixa, será necessário o aterramento de uma grande área, o que equivale a 790 mil metros cúbicos ou 79 mil caçambas de aterro em banhados e várzeas necessárias ao equilíbrio do meio ambiente. A ocupação dessa região invade um ecossistema imprescindível para o equilíbrio natural comprometendo a sobrevivências de inúmeras espécies em extinção, incluindo o Bugio Ruivo e o Gato Maracajá.

A mata nativa será comprometida – conforme perícias já realizadas – podendo causar um aumento de temperatura significativa na região. Além disso, o Arado Velho é fundamental para absorver e purificar as água do Guaíba e, seu uso imobiliário pode ocasionar enchentes. Em síntese, prejudica toda a cidade.

Os moradores do bairro contrários ao projeto estão sendo pressionados, intimidados e caluniados. No último dia 19, por exemplo, durante uma apresentação do projeto, aconteceram até agressões físicas e a guarda particular dos empresários invadiu ilegalmente um prédiopúblico, no caso o Centro de Relação Institucional Participativa (CRIP) do bairro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *