Quem somos

A Agência Livre para Informação, Cidadania e Educação (ALICE) é uma organização sem fins lucrativos, que desde 1999 desenvolve projetos alternativos e autogestionáveis, formando leitores críticos e contribuindo para democratizar e qualificar a informação no país. A ALICE trabalha para garantir o direito à comunicação de todos os cidadãos – prevista no artigo 19 da Declaração Universal dos Direitos Humanos. Assim, utiliza-se da palavra escrita e falada, da fotografia, do cinema, da arte, da música, da dança e de todas as formas de expressão capazes de aproximar pessoas e, pelo conhecimento das diversas realidades sociais, combater preconceitos

Quem

A Alice é formada por jornalistas, e profissionais de diversas áreas profissionais interessados em discutir, qualificar e democratizar a comunicação brasileira.

Quando

Os primeiros projetos surgiram em 1999 e a Ong foi registrada em 2004

Onde

Os projetos são desenvolvidos no Rio Grande do Sul, em especial em Porto Alegre, região metropolitana e Bagé

Por que

A comunicação brasileira está nas mãos de poucos e (seis grandes grupos empresariais) e longe do controle público e longe do controle público da sociedade. A Alice se propõe a contribuir para reverter este perfil, baseando sua estratégia em três linhas de atuação:

Outras vozes

Estimula as mídias alternativas entre populações sem representação na mídia, em especial as de baixa renda. Além de proporcionar um canal de voz – que garanta a visibilidade de tais grupos – utiliza a comunicação como um meio de incluir, incentivar a auto-estima e instigar o debate sobre direitos, formas de organização e alternativas de renda. As publicações produzidas por estas populações sob a orientação dos jornalistas da Alice, também proporcionam ao seus leitores o privilégio de conhecerem e refletirem sobre uma realidade que não sai na grande mídia.

Comunicação Pública

Realiza oficinas destinadas ao público em geral – em especial educadores, estudantes e pessoas que atuam na área social – com a finalidade de transformar consumidores de informação em leitores críticos, informados sobre a situação da comunicação no país e capazes de multiplicar tais conhecimentos em seus grupos de atuação. Também socializa a metodologia desenvolvida nos grupos de comunicação da linha Outras Vozes para os interessados em organizar veículos alternativos.

Direito à Memória

Recuperação da memória do período da Ditadura Militar, históricamente sonegada após a abertura política por meio da organização de exposições fotográficas itinerantes e de monumentos de aço sobre o período da Ditadura Militar, por meio de convênios com a Secretaria dos Direitos Humanos da Presidência da República e da Comissão da Anistia/Ministério da Justiça.

Cultura democrática

Promove o Sarau Amigos da Alice e também o Bazar dos Arteiros, com exposição de artes gráficas e plásticas e artesanato, apresentações de música, dança, teatro e outras formas de expressão. Também manteve parceria em eventos como Festfoto e Festpoa Literário e Festa do Risco

Presidência da República e da Comissão da Anistia/Ministério da Justiça.

Prêmios

  • Prêmio Direitos Humanos do Rio Grande do Sul, concedido pela Comissão de Cidadania e Direitos
  •  Humanos da Assembléia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul, Unesco no Brasil e Fundação
  •  Maurício Sirotsky Sobrinho (2002)
  •  Prêmio International Netwok Street Papers (2006, 2007, 2008)
  •  Prêmio Pontos de Mídias Livres, concedido pelo Ministério da Cultura (2006).
  •  Prêmio Culturas Populares Mestre Duda, concedido pelo Ministério da Cultura (2007)
  •  Prêmio Inclusão da Pessoa Idosa Inezita Barroso, concedido pelo Ministério da Cultura (2010)
  •  Prêmio Associação dos Juízes do Rio Grande do Sul (Ajuris) – Boas práticas em Direitos Humanos (2013)

Parceiros

Parcerias

  • Lavoro C&M;
  • Documental fotos
  • Grupo Renascer de Terceira Idade (Bagé)
  • Sociedade Porto-alegrense de Auxílio aos Neessitados (Spaan)
  • Revista Biss –Burger In Sozialen Schwierigkeiten E.V. (Alemanha);
  • SENSO*design;
  • Paulo Afonso Consultores de Marcas e Patentes;
  • Grupo de Apoio à Prevenção da Aids (Gapa)
  • Ministério da Saúde;
  • Ministério da Justiça/Comissão da Anistia;
  • Secretaria dos Direitos Humanos da Presidência da República;
  • Ministério Público;
  • Universidades: Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS);
  • Sindicato dos Petroleiros;
  • Associação de Software Livre (ASL)
  • Museu de Comunicação Hipólito da Costa

Apoio financeiro

  • International Network of Street Papers (INSP);
  • Fundação Luterana de Diaconia (FLD);
  • Federação dos Metalúrgicos/Central Única dos Trabalhadores
  • Grupo Amigos da Alice